ESTAÇÃO DE RADIOAMADOR - PU4-TAM - CARANGOLA -MG

ESTAÇÃO DE RADIOAMADOR -  PU4-TAM - CARANGOLA  -MG
PU4-TAM - MAGELA

Índices de propagação

terça-feira, 21 de junho de 2011

ASTRONOMIA: SAIBA TUDO SOBRE A APROXIMAÇÃO DO COMETA ELENIN

Nos últimos dias recebemos diversos emails a respeito da aproximação do cometa Elenin - C/2010 XI, nos questionando sobre quando o objeto poderá ser visto ou se representa alguma ameaça de colisão com a Terra. Para sanar essas e outras dúvidas preparamos este artigo, que ajudará você na observação do cameta.

Vou deixar aqui a minha opinião particular sobre o assunto. Especula-se muito sobre o fim do mundo com a aproximação desse cometa, tenho lido e relido várias matérias e vejo muita fantasia, maldade e oportunismo para anunciar o final dos tempos. Desde que a Terra é Terra e que a conheço, já recebemos a visita de vários cometas que nos proporcionaram belos espetáculos quando observados e nada aconteceu com o nosso planeta, ao contrário, nós seres humanos é  que estamos acabando com ele.
Sobre o final do mundo..., podemos sim, estar chegando ao final de um cíclo e temos que estar preparados para a morte, Deus nos diz isso em seu livro sagrado, "não ficará pedra sobre pedra" e só ele sabe quando isso acontecerá.

Mas vamos ao que interessa!!!

Batizado oficialmente de C/2010XI, o cometa Elenin foi descoberto em 10 de dezembro de 2010 pelo astrônomo russo Leonid Elenin, através de um dos telescópio robóticos do International Scientific Optical Network, instalado no Novo México, EUA. A órbita do cometa Elenin é de 11.700 anos e de acordo com os dados keplerianos mais recentes o cometa atingirá o ponto de maior aproximação com o nosso planeta em 16 de outubro de 2011, quando passará a mais de 34 milhões de km da Terra.

QUANDO VER

A partir de 20 de julho, depois do pôr-do-Sol. Neste dia o cometa atingirá magnitude 9.9 e poderá ser visto por lunetas de pequeno porte. Após setembro será possível vê-lo desde a madrugada até o nascer do Sol com magnitude teórica de 4.6.

ATÉ QUANDO

Até Novembro. Depois disso o cometa nascerá com o Sol já alto na maior parte do país, ofuscando a observação.

NÚCLEO

3.5 km de diâmetro.

COMA

80 mil Km de diâmetro.

VELOCIDADE

86.000 Km por hora. Relativa ao dia da máxima aproximação.

10 de SETEMBRO

Periélio (menor distância do Sol) 71 milhões de Km

12 a 17 DE SETEMBRO

Cometa visível nas imagens Lasco do satélite Soho.

26 DE SETEMBRO

Mínimo  ângulo com o Sol: 1.9 grau de separação

08 DE OUTUBRO

Conjunção com cometa 45P/HondMrks-Pajdusaková

15 DE OUTUBRO

Conjunçaõ com Marte

16 DE OUTUBRO

Perigeu: máxima aproximação com a Terra a 3.4milhões de Km

22 DE NOVEMBRO

Oposição a 175 graus do Sol

Devido a enorme distância, não existe qualquer possibilidade de risco de colisão. Além disso, por ser um objeto de pequena massa, Elenin não provacará qualquer efeito gravitacional nos objetos do Sistema Solar.

 Especula-se, que a NASA refez os cálculos e houve uma mudança de rota, dizem também que não é um cometa mas sim, um novo planeta denominado Planeta X e que os efeitos de sua passagem por perto da Terra trará grandes catátrofes. Dizem também, que a NASA retirou de seus sites, todas as informações referente ao Elenin, o que está causando desconfianças à população mundial.


Lembramos ao leitores que isso nao passa de boatos e especulações, ainda não foi relatado nada de oficial pelos meios de comunicações.

Quando foi descoberto, Elenin era um objeto muito tânue e apresentava magnitude aparente de 19.5, cerca de 150 mil vezes menos brilhante que o limiar da visão humana. Entretanto, à medida que se aproxima seu brilho aumenta.

Inicialmente, os pesquisadores estimavam que seu brilho máximo chegaria a 4,5 magnitudes, o que permitiria que fosse visto facilmente durante as madrugadas. Mas entanto, estimativas recentes mostram que o cometa não será tão brilhante como calculado e somente poderá ser visto com auxílio de lunetas e telescópios, mesmo de pequeno porte.

É importante lembrar que os cometas são muito imprevisíveis e podem apresentar comportamentos bastante bizarros à medida que se aproximam do Sol. Entre os fenômenos já observados está o outburst, quando repentinamente se rompem  produzem inúmeros fragmentos brilhantes. Além disso, devido à pressão do vento solar a cauda cometária também pode variar muito de tamanho.

Enfim....
Tudo que você precisa para observar o Elenin, será um pequeno binóculo ou telescópio, além de um campo de visão desobstruído na direção do quadrante oeste, ou seja, do lado que o Sol se pôe. Como explicado acima, a partir de julho o cometa já poderá ser visto ainda que com pouco brilho, vagando no espaço.

Fonte: Apolo 11

PU4-TAM
PX4H-2657
Magela





































2 comentários:

  1. Olá Geraldo,
    Você me mostrou uma pessoa muito capaz e atualizada pelo assunto!
    Esse cometa se fizer o quê dizem irá causar transtornos imensuraveis...
    Fale mais sobre assunto que você agora tem uma grande fâ.
    Sucesso sempre!
    Um abraço,
    Milena

    ResponderExcluir
  2. Olá meu prezado Magela!
    Gostaria de parabeniza lo pelo seu blog!
    Ótimas informações, das quais enobrecem nossos conhecimentos
    Parabéns também pela belíssima estação.
    Um abraço!
    PU4-APS PX4A-5511 ANTONIO PEDRO DOS SANTOS -

    ResponderExcluir