ESTAÇÃO DE RADIOAMADOR - PU4-TAM - CARANGOLA -MG

ESTAÇÃO DE RADIOAMADOR -  PU4-TAM - CARANGOLA  -MG
PU4-TAM - MAGELA

Índices de propagação

sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

TUA AUSÊNCIA !!!

Tua ausência é um doer continuo e latejante,
ferida profunda que ninguém vê,
sangue que corre por dentro.

Tua ausência é aridez permanente,
falência de ideais, tom opaco
dos meus olhos tristes.

É ausência de luz, falência de alegria,
dorrocada de esperança,
alma turbada e abatida
sempre e tanto !

Sequer posso pedir que voltes,
pois sei que esse pedido jamais seria atendido
a senhora agora está muito longe de mim e todos que te amam

A senhora foi sem se despedir
foi tudo tão rápido minha mãe
eu não posso nem contar a senhora que dor terrível que foi a sua partida.

Descanse em paz
qualquer dia mãe nós vamos nos encontrar
a senhora está ao lado do PAI
e sei que estarei com ele também.

A senhora foi muito especial
foi uma grande mãe e amiga
uma grande mulher

Agora a senhora não sentirá dor
não chorará
a senhora está com NOSSO SENHOR.

DENCANSE EM PAZ MINHA MÃE
SENTIREMOS MUITA SAUDADE !!!
NOSSA AMIZADE É ETERNA, SEMPRE SEREI SEU FILHO
TE AMAREI PARA SEMPRE !!!


PU4-TAM
PX4H-2657
Magela

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

COMUNICADO DA ANATEL

A Agência Nacional de Telecomunicações (ANATEL), informa e comunica aos outorgados de serviços de telecomunicações que não enviará os boletos bancários para pagamento da Taxa de Fiscalização de Funcionamento (TFF) e Contribuição para o Fomento da Radiodifusão Pública (CFRP), relativamente a 2011, devendo os outorgados procederem a retirada pelo site da ANATEL  no endereço.
http://sistemas.anatel.gov.br/boleto. mediante o devido cadastramento.

Recomendamos a todos que façam leitura do tutorial de ajuda para o cadastramento, constante de identificação do usuário sob denominação INFORMAÇÕES FORNECIDAS, devendo ser informado por ocasião da consulta o número do FISTEL que é composto de 11 algarísmos. Esse múmero de fistel está  disponível em boletos pagos ou recebidos no campo NOSSO NÚMERO/FISTEL.

Qualquer dúvida no cadastramento ou na consulta deverá ser reportado para o email: fistel@anatel.gov.br,
discriminando as dificuldades encontradas, bem como as informações que estão sendo inseridas por ocasião do cadastramento ou consulta.

As guias de recolhimento da união (GRUs-boletos) da TFF e CFRP, relativas ao exercício de 2011, deverão estar disponíveis para impressão a partir do dia 02/01/2011.

Fonte: ANATEL


PU4-TAM
PX4H-2657
Magela.

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

A TEMPORADA DE RAIOS ESTA CHEGANDO, CUIDADO COM AS DESCARGAS ATMOSFÉRICAS

 O assunto abordado aqui é de suma importância. É um alerta para que fiquemos atentos, com a chegada do verão nos próximos dias. Vou tentar explicar o que acontece com a chegada de fortes chuvas e a mudança brusca do tempo, onde os raios estão presentes trazendo grandes transtornos para a população em geral. Principalmente nós... RADIOAMADORES.

RAIO

Um raio é uma descarga elétrica que se produz pelo contato entre nuvens de chuva ou entre uma destas nuvens e a terra. A descarga  é visível a olho nú, com trajetórias sinuosas e de ramificações às vezes com muitos quilômetros de distância até o solo. Este fenômeno produz um clarão conhecido como ralâmpago e também uma onda sonora chama trovão.

HISTÓRIA

Alguns afirmam que foram os raios que, ao causar incêndios tiraram os primatas das árvores e mais tarde mostraram aos primeiros humanos a importância do fogo.
Desde a antiguidade os raios encantam e assombram a humanidade com seu aspecto ameaçador e ao mesmo tempo intrigante, que acabou por ser incorporado nos mitos e lendas como elemento de demonstração da existência de deuses poderosos como o grego Zeus, por exemplo.

Benjamin Franklin comprovou a hipótese da origem elétrica dos raios concebendo os pára-raios com a finalidade de proteger as edificações da ação dos raios.
Foi no século XVIII praticamente o início do estudo sistemático da eletricidade. Naguela época não se conhecia uma teoria que explicasse o fenômeno das tempestades e os raios que nelas se manifestavam.

DEFINIÇÃO

Um raio é um fenômeno em que para acontecer é preciso que existam cargas opostas entre uma nuvem e o chão, quando isso acontece, a atração é muito forte, então temos uma enorme descarga elétrica.
Existem três tipos de raios classificados pela sua origem, também menos comumente chamados descargas iônicas ou atmosféricas:

Da nuvem para o solo.
Do solo para a nuvem.
Entre nuvens.

A descarga ocorre no momento em que as cargas elétricas (quantidade de íons: cátions ou ânions) atigem energia suficiente para superar a rigidez dielétrica do ar, de forma explosiva, luminosa e violenta.
Processo ainda não se encontra totalmente esclarecido, havendo controvérsias sobre seu mecanismo de formação, mas sabe-se que, na maioroa dos casos, a descarga, no qual pode-se falar em centros de concentração, e prossegue em duas fases distintas:

Na primeira libertam-se da nuvem várias descargas menores a partir do ar ionizado, criando o precursor da descarga: uma corrente iônica tanto maior quanto mais se aproxima do solo, favorecendo assim o trajeto do raio em formação. O precursor pode ser predominantemente ascendente ou descendente, pois, depende da natureza dos íons que forma a nuvem iônica. Ao ocorrer de um precursor aproximar-se do outro centro de cargas, este induzirá uma formação de um presursor oposto.

Quando o precursor completa o contato entre os centros de cargas, ocorre no sentido inverso ao longo daquele trajeto uma corrente aniônica, ou catiônica, dependendo da carga. É esta segunda descarga que vemos e ouvimos, que irá contribuir para equilibrar as cargas iônicas da nuvem e do solo.

É comum de ocorrer mais de uma descarga através de um mesmo canal, no qual o ar encontra-se parcialmente ionizado. Estas descargas subsequentes são usualmente mais fracas que a primeira descarga.
Em geral, as descargas verticais normalmente predominam na frente de uma tempestade, tornando-se por base o sentido de seu deslocamento.

Os raios horizontais se formam na parte de trás, também levando-se em conta o sentido de deslocamento das massas de ar. Estas estão sempre presentes em qualquer trovoada, e aquecem localmente o ar até temperaturas muito elevadas.

O aquecimento do ar causa a expansão explosiva dos gases atmosféricos ao longo da descarga elétrica, resultando numa violenta onda de choque(ou pressão), composta de compressão e rarefacção, que interpretamos como "trovão".

DIMENSÕES DE UM RAIO

O canal de descarga possui um diâmetro estimado de 2 a 5 cm e é capaz de aquecer o ar até 30.000 Co em alguns milisegundos. Apenas 1% da energia do raio é convertida em ruído (trovão) sendo o resto sob a forma de luz. O raio é uma manifestação de plasma, no qual sua condutividade permite o escoamento da eletricidade entre os centors de carga.

Um raio completamente formado pode conduzir correntes em torno de 10 a 80 KA, mas existem registros em torno de 250 KA, sendo que um raio trabalha com uma tensão elétrica da ordem de 10 MV. A forma da corrente é unidirecional, sendo de polaridade negativa na maioria das ocorrências. A corrente de um impulso atinge seu máximo em 5 US, em média, tendo uma duração total do impulso em torno de 100 US. A duração total da descarga  varia entre 0,1 a 1.000 MS. Uma descarga pode liberar entre 1 a 40 Co de carga elétrica e podendo dissipar uma potência dse até 100 MW.

TROVÃO

As ondas sonoras geradas pelo movimento das cargas elétricas na atmosfera são denominadas trovões. O trovão é resultado da rápida expansão do ar em virtude do aumento da temperatura do ar por aonde o raio passa.

DURAÇÃO

A duração dos trovões é calculada com base na diferença entre as distâncias do ponto mais próximo e do ponto mais afastado do canal do relâmpago ao observador. Por causa dessa variação de caminhos, o som chega aos nossos ouvidos em instantes. Em média, eles podem durar entre 5 e 20 segundos.

SEGURANÇA

Os abrigos devem ser procurados em caso de tempestades. Deve ser evitada proximidade com água e objetos altos, metálicos e eletrodomésticos, mesmo dentro de casa. Ao ar livre, o lugar mais seguro para ficar em caso de raios é dentro de um objeto metálico fechado, como o carro ou avião.

BRASIL

O Brasil é o país no qual mais se registra o acontecimento de raios em todo o mundo. Por ano, cerca de 50 milhões de raios atingem o território brasileiro, estima o Elat (Grupo de Eletricidade Atmosférica), do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais. É o dobro da incidência nos Estados Unidos, por exemplo. Cada descarga representam um prejuízo de R$ 10  para o setor de energia. Ao todo, os raios causam um prejuízo de R$ 1 bilhão anual à economia do Brasil, apurou o Elat. O setor elétrico é o que acumula mais perdas, com cerca de R$ 600 milhões por ano. Depois seguem os serviços de telecomunicações, com prejuízo de cerca de R$ 100 milhões por ano. Também são atingidos os setores de seguro, eletroeletrônicos, construção civíl, aviação, agricultura e até pecuária. Os raios também foram responsáveis por 236 mortes no Brasil em 2008 - o recorde da década.

Uma explicação para essa grande quantidade de raios deve-se ao tamanho do território, condições climaticas e a ausência de grandes elevações no seu relevo.

O aquecimento global pode levar ao aumento na incidência de raios. Nas estações quentes, a incidência dos raios aumentam. A cidade brasileira que mais recebe descargas elétricas é Teresina, capital do Piauí - chegando a ser a terceira cidade no mundo onde mais acontecem sequências de descargas elétricas. Por esta razão, a região recebe a curiosa denominação de "Chapada do Corisco".

Fonte: Wikipédia


PU4-TAM
PX4H-2657
Magela

SATÉLITE REGISTRA EXPLOSÃO DE GIGANTESCO FILAMENTO SOLAR

Que as explosões solares são um fato comum, ninguém duvida. Afinal, são elas que arremessam as partículas garregadas que provocam as belas auroras aqui na Terra. No entanto, longos filamentos como o registrado são raros, mas quando explodem podem provocar violentas tempestades em nosso planeta.

O gigantesco filamento visto foi registrado pelo Observatório Espacial de Dinâmica Solar(SDO) e foi captado no comprimento de luz ultravioleta emitida pelo hélio. O enorme filamento pairou por quase uma semana acima da superfície solar, até que finalmente explodiu, lançando ao espaço milhões de toneladas plasma de alta energia, que se dispersaram no Sistema Solar.

Do material arremessado, uma parte muito pequena atingiu a alta atmosfera terrestre, provocando pequenos distúrbios na ionosfera e algumas auroras boreais nas latitudes mais altas. Se as partículas da explosão atingissaem diretamente a Terra, poderia causar sérios danos em satélites de comunicação ou até mesmo algum colapso momentâneo nas redes de distribuição de energia elétrica.

Os filamentos são uma espécie de loops magnéticos que armazenam gás relativamente frio e denso acima da superfície do Sol. Quando o campo magnético ao seu redor se torna instável, explodem, liberando de forma violenta o gás que estava aprisionado em seu interior.

À medida que a atividade solar aumenta, explosões como essa se tornam mais comuns. O pico do atual ciclo de atividade solar está previsto para ocorrer em maio de 2013 a até lá as instabilidades solares deverão ser mais frequentes, com mais explosões, mais auroras e mais tempestades magnéticas. Uma vez passado o período, o Sol deve voltar à calmaria.


Fonte: apolo11.com


PU4-TAM
PX4H-2657
Magela

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

ECLIPSE TOTAL DA LUA MARCA O INÍCIO DO VERÃO NO HEMISFÉRIO SUL

Na madrugada do dia 21, de segunda para terça-feira, teremos mais um eclipse total da lua, quando a sombra da Terra será projetada totalmente sobre o corpo do nosso satélite natural. Além do eclipse, o dia será marcado pela chegada do verão no hemisfério sul.

Apesar de ser um belo esopetáculo, apenas parte do fenômeno poderá ser visto de todo o Brasil. Mesmo assim, vale a pena ficar acordado!

O eclipse terá início às 03:29 hs pelo horário de Brasília e finalizará às 09:04 hs. No entanto, em grande parte do país, principalmente nas regiões Sul e Sudeste, a Lua cheia se põe por volta das 05:30 hs, interrompendo a observação do fenômeno. Nessas localidades o fenômeno será parcial e a totalidade do eclipse só poderá ser vista durante alguns minutos.

Os melhores lugares para se observar o evento são aqueles localizados no extremo oeste do Brasil. No Acre, por exemplo, o eclipse começcará a 01:29 hs no horário local. Como a Lua se põe próximo às 05:47 hs, os observadores poderão contemplar o evento por mais de quatro horas, inclusive a fase da totalidade que ocorrere às 04:17 hs. E ainda terão o prazer de ver o início da segunda metade do eclipse, quando a Lua começa a deixar o cone de sombra da Terra. Sorte dos acreanos ! O mesmo para os Estados do Amazonas, Roraima e Rondônia.

Na região Centro-Oeste, Pará e Amapá o eclipse será visível até a totalidade, mas nesse momento a Lua estará praticamente encostada no horizonte oeste, prejudicando um pouco a observação.  Mesmo assim, os  moradores dessas áreas poderão acompanhar a Lua sendo encoberta pela sombra da Terra. No Tocantins e em Goiás o evento será parcial, um pouco menos que em Mato Grosso, mas ainda assim bastante interessante.

À medida que nos afastamos em direção ao Atlântico o eclipse perde sua majestade. Nas cidades litorâneas ao leste o eclípse será apenas parcial. Na bahia, os melhores locais são aqueles situados no extremo oeste. Moradores da ilha de Fernando de Noronha terão que esperar para o próximo evento.

Fonte: apolo11.com

PU4-TAM
PX4H-2657
Magela.

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

VOYAGER: DO PÁLIDO PONTO AZUL À FRONTEIRA DO SITEMA SOLAR

Em 24 de novembro de 2007, o Apolo 11 publicou uma matéria sobre os 30 anos das naves Voyager 1 e 2. Na ocasião, as sondas estavam há 15 bilhões de km de distância de nós.  Passados três anos, a Voyager 1 atingiu a impressionante marca de 17,4 biljões de quilômetros e é o objeto construiido pelo ser humano mais distante da Terra.

Segundo o cientrista-chefe do projeto Voyager, Edward Stone, a Voyager 1 começou a detectar uma mudança bastante significativa no fluxo de partículas solares ao ser redor. De acordo com Stone, as partículas não estão mais se dirigindo para fora do Sistema Solar, mas movimentando-se lateralmente, o que segundo ele significa que a sonda deve estar muito perto de mergulhar definitivamente no espaço iterestrelar.

Os dados foram registrados pelo detector de partículas de baixa energia a bordo da sonda, que monitora a velicidade do vento solar. Esse fluxo de partículas carregadas é chamado de heliosfera e forma uma espécie de bolha em torno do Sistema Solar. Viajando em velocidade que superam 1 milhão de quilômetros por hora, esse vento produz uma verdadeira onda de choque ao se encontrar com partículas vindas de outra estrlas, gerando calor.

De acordo com os pesquisadores do Laboratório de Propulsão a Jato, da NASA, os sensores da sonda  determinam que na posição atual a velocidade do vento solar chegou a zero, confirmando que a Voyager
1 está na zona de transição entre o Sistema Solar e o espaço interestrelar.

CULTURA POP

Inicialmente, o projeto principal da NASA era explorar os planetas Júpiter, Saturno, Urano e Netuno, missão que foi concluida em 1.989, mas a hostória reservava para as sondas algo muito mais importante e duradouro.
Lançadas nos meses de agosto e setembro de 1.977, as sondas gêmeas Voyager 1 e 2 não são apenas um símbolo da exploração do espaço. Tornaram-se ícones da cultura pop, inspirando novelas, jogos de computador, videoclipes e dezenas de filmes entre os anos 1.980 e 1.990. A maior parte desses trabalhos de ficção mostrava o que poderia acontecer se uma raça alianígena conseguisse localizar a Terra utilizando os dados dos famosos "discos de ouro", levados pelas espaçonaves. 

Desde o início das explorações espaciais da NASA, as naves levavam placas com informações sobre nosso Planeta, que poderiam ser úteis no caso de serem interceptadas por uma raça alianígena. Isso inspirou o diretor do projeto Voyager, Jhon Casani, a contratar o astrônomo e autor Carl Sagan, com o objetivo de dirigir o comitê de mensagens a ser ambarcado na missão.

Os discos das Voyagers contem uma seleção de sons e imagens e retratam a Terra através de pessoas jovens e velhas, homens e mulheres entre outras espécies, além de incluir informações sobre os continentes e a localização da Terra no espaço.

MENSAGEM DA GARRAFA

Em seu livro "Murmúrios da Terra: a viagem interestrelar", Carl Sagan descreve como o comitê criou o disco e como foram escolhidas as gravações. Foi o físico Frank Drake quem sugeriu a ideia de gravar sons de um lado e imagens do lado oposto. O grupo teve menos de seis semanas para produzir o trabalho que deveria representar toda a população da Terra e descrever o planeta de um modo geral, e que acima de tudo, também pudesse ser compreendido por uma raça extraterrestre.

Apesar da chance das mensagens virem a ser encontradas por seres de outro mundo ser extremamente pequena, o disco de ouro das Voyagers se tornou um ícone.
"É a clássica mensagem da garrafa. A probabilidade de ser encontrada é muito baixa, mas a recompensa não tem preço", diz Ann Druyan, autora e produtora científica. Na época, Ann era diretora de criação do projeto e mais tarde se casou com Carl Sagan.

Ed Stone explica que mesmo sendo pequenas as chances de ser encontrada, a gravação é uma importante mensagem para todos nós.
"É um apelo à unificação", diz Stone. "Não é uma mensagem qualquer. É uma mensagem da Terra! Ela contém cumprimentos em muitas línguas, músicas de diversas culturas e imagens que retratam nosso Planeta, nossa casa. É nossa tentativa de dizer o que é a Terra e o que pensamos de nós mesmos.

MISSÃO ROMÃNTICA

Druyan também explica que a ideia de mesclar música, arte e ciência a fez devotar muita energia ao projeto. "A gravação representa um ideal e mostra que ciência, arte e tecnologia podem caminhar juntas". É uma das poucas grandes histórias que nós temos sobre a raça humana. Foi a forma que encontramos de celebrar a glória de vivermos nesse "pálido Ponto Azul".

"Essa foi a mais romântica e maravilhosa missão jamais realizada pela NASA. Havia de tudo um pouco nas ravações: Um beijo, uma mãe dizendo "Olá" pela primeira vez ao filho recém-nascido. Tudo é música e foi feito durante a guerra fria. Todos sabiam que haviam mais de 50 mil armas nucleares que poderiam ser disparadas a qualquer momento e havia muita dúvida sobre o futuro. Foi um trabalho muito positivo, um jeito de representar a Terra e dar um passo de qualidade em direção ao futuro. Foi irresistível.

DIGA OLÁ PARA ELES !

Nick, filho de Carl Sagan, tinha seis anos em 1.977, quando as gravações foram feitas. Ele participa de uma das faixas onde cumprimenta um possível ouvinte: "Olá das crianças do Planeta Terra". Anos mais tarde, Nick confessou que não tinha a menor ideia da magnitude do que estava fazendo. "Meus pais me colocaram na frente de um microfone e disseram: O que você gostaria de dizer aos extraterrestres? Diga olá para eles !".

Hoje em dia, 33 anos mais tarde, as Voyagers continuam sua jornada rumo ao desconhecido. Mesmo sendo infinitamente pequenas as chances de serem interceptadas por outra civilização, as mensagens e sua enorme distância deixam uma importante lição, no sentido de refletirmos sobre a necessidade de cuidarmos melhor da nossa própria casa, que a 17 bilhões de quilômetros, não passa de um distante "Pálido Ponto Azul".

Fonte: apolo11.com


PU4-TAM
PX4H-2657
Magela







segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

UMA BELÍSSIMA, MARAVILHOSA E LINDA MENSAGEM DE NATAL !!!

Um dia,
Gabriel acordou,
muito contente, era véspera de Natal, pois para ele era uma data
muito importante !

Era o dia do Aniversário do Menino Jesus,
e também o dia que Papai Noel vinha visitá-lo todos os anos.

Com seus seis aninhos, esperava ansiosamente o cair da noite para voltar a dormir,
e no outro dia encontrar em seu pé de meia,
o seu presente de Natal, pois nem tinha uma árvore de Natal.

Dormiu muito tarde,
para ver se pegava aquele velhinho no "flagra",
mas como o sono era maior que sua vontade, dormiu
profundamente.

Mas, na manhã de Natal,
percebeu que seu pé de meia não estava lá,
e que não havia presente nenhum em toda sua casa.

Seu pai desempregado,
com os olhos cheios d'água,
observava atentamente o seu filho,
e esperava para tomar coragem para falar que o seu sonho não
existia,
e com muita dor no coração , o chama:

-Gabriel, meu filho, vem cá !
-Papai ? -O que foi filho ?
-O Papai Noel esqueceu de mim...

Falando isso,
Gabriel abraça o pai,
e os dois se põem a chorar,
quando Gabriel fala:

-Ele também esqueceu do senhor pai ?
-Não meu filho.
-O melhor presente que eu poderia ter ganhado na vida, está em
meus braços, e fique tranquilo pois eu sei que o Papai Noel não
esqueceu de você.

-Mas todas as outras crianças vizinhas estão brincando com seus presentes...
e ele pulou a nossa casa.
Pulou não... o seu presente está te abraçando agora, e vai te levar
para um dos melhores passeios de sua vida!

E assim foram para o parque,
e Gabriel brincou com o pai durante o resto do dia,
voltando somente no começo da noite.

Chegando em casa muito sonolento,
Gabriel foi para seu quarto, e "escreveu" para o Papai Noel:

"Querido Papai Noel,
eu sei que é cedo demais para pedir alguma coisa,
mas quero agradecer o presente que o senhor me deu.

Desejo que todos os Natais que eu passe,
faça com que meu pai se esqueça de seus problemas,
e que ele possa se distrair comigo,
passamos uma tarde maravilhosa como a de hoje.
Obrigado pela minha vida, pois descobri que não são com
brinquedos que somos felizes, e sim, com o verdadeiro sentimento
que está dentro de nós, que o senhor desperta nos Natais.

De quem te agradeçe por tudo, Gabriel.


E foi dormir com um lindo sorriso nos lábios.


Entrando no quarto para dar boa noite ao seu filho,
o pai de Gabriel viu a cartinha,
e apartir desse dia,
não deixou que seus problemas afetassem a felicidade dele,
e começou a fazer que todo dia fosse um Natal para ambos.

Se um simples garotinho de seis anos,
conseguiu percerber que os melhores presentes que se pode receber
não são materiais, porque nós não fazemos o mesmo ?

Que todos os que lerem essa menssagem, faça com que
cada dia seja um Natal, valorizando a amizade, o carinho e todos o sentimentos
bons que existem dentro de cada um de nós...

Um Feliz e Santo Natal !!!
Que Cristo renasca dentro de cada coração
trazendo paz, alegria e muito amor pelo próximo.


PU4-TAM
PX4H-2657
Magela







quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

TRIBUTO A DONA ZELINA... UMA PESSOA MUITO ESPECIAL

As pessoas especiais são aquelas que tem habilidade para dividir seu tempo, sua vida com os outros.
As pessoas especiais são aquelas que tem habilidade de se doar aos outros e de ajudá-los com as mudanças que surgem em seu caminho.
As pessoas especiais são aquelas que realmente tornam a vida bela...assim como você
que foi muito...mas muito especial pra todos nós.
Tenho a felicidade e o orgulho de ter aprendido tudo isso com a senhora !
é muito bom ser seu filho !!!
Que o Senhor lhe dê o descanso eterno...

Homenagem da grande familia da Rodada do Bule, em especial de:

Geraldo Magela Guimarães, seu filho
Tânia Maria Rodrigues Guimarães, sua nora
Bárbara Karulline Rodrigues Guimarães, sua neta.


PU4-TAM
PX4H-2657
Magela

ECOS NA FAIXA DE 40 METROS

VEJAM SÓ QUE EXPERIÊNCIA LEGAL !!!

O Radioamador Peter Brogl (DK6NP), disse que recebeu longos sinais de retorno e ecos na faixa de 40 metros durante a chuva Geomagnética no dia 27 de novembro de 2010.
Também várias estações em todo mundo receberam esses ecos onde o radioamador fazia a chamada geral e um periodo depois recebia o som de sua voz de volta. O observatório Space Weather enviou a seguinte reportagem sobre o fenômeno:

Durante a tempestade Geomagnética do dia 27 de novembro de 2010 o Radioamador alemão Peter Brogl de Furth utilizou um estranho fenômeno onde ele trasmitiu sinais de chamada na faixa de 40 metros e quarenta segundos depois recebeu o eco de sua própria trasmissão.

"No começo pensei que tinha alguém brincando comigo, mas ai mudei de frequência e novamente meu sinal veio de volta como um eco",disse Peter. Esse fenômeno durou mais de uma hora e Peter Brogl fez várias gravações.

Condições de Propagação incomuns estão ligadas as explosões solares e são as únicas explicações possíveis sobre o assunto.


PU4-TAM
PX4H-2657
Magela

domingo, 5 de dezembro de 2010

RADIOESCUTA E DXISMO

RÁDIOS DSP

Esta cada vez mais comum novos modelos de rádios receptores com a sigla DSP em destaque. Você sabe o que é e como funcionam ? Sabe qual é a diferença entre rádios DSP e os rádios convencionais analógicos ? Bem, vou tentar explicar um pouco do que eu sei sobre essa nova tecnologia.

A sigla originalmente do inglês DSP - Digital Signal Processing ou Digital Signal Processor quer dizer: Sinal Processado Digitalmente.

A utilização deste termo DSP é muito amplo e varia de aplicação para aplicação, portanto vou explicar a aplicação da tecnologia DSP apenas nos receptores de rádios AM/FM/OC e comentar suas vantagens de desvantagens a fim de auxiliar uma melhor compreensão por parte daqueles que são apenas usuários.

RECEPTOR ANALÓGICO CONVENCIONAL

Todo rádio ceptor é dotado de um circuito eletrônico, e existem maneiras de se fazer esse circuito,sendo que o mais comun desses é o circuito SUPER-HETERÓDINO onde as ondas eletromagnéticas são captadas pela antena do receptor, amplificadas em uma etapa de RF, depois misturada com uma frequência intermerdiária (F1) gerada pelo oscilador local, novamente amplificada, dai passa pelo detector de produto que remove o sinal de rádio deixando apenas o áudio (sinal sonoro) e por fim passando pelo amplificador de áudio para sair com determinada potência no alto-falante do rádio. Parece compolicado né, mas  esta é a forma de um rádio comum.
Este sistema Super-Heteródino é um processo analógico que compreende centenas de componentes eletrônicos (peças físicas com propriedades elétro-eletrônica). Cada componente do rádio desempenha um papel fundamental para que o mesmo funcione, assim tudo é  "calculado" e definido com extrema precisão com base em complexas teorias e equações matemáticas.

Assim podemos então concluir e resumir que ó rádio analógico ou convencional, nada mais é do que a representação física (material) por meio de componentes eletrônicos dos complexos cálculos matemáticos e todos sendo realizados de forma simultânea.

RECPTORES DSP

Qualquer PC (computador pessoal) da atualidade, por mais simples que seja, é capaz de resolver e calcular milhares de cálculos por segundo de forma espantosa quando comparado aos PCs mais antigos, e estão se tornando cada vez menores e mais velozes a cada dia... hoje já é possível substituir boa parte do circuito de um rádio receptor por um computador e um programa específico capaz de fazer vários cálculos simutâneos de forma a se obter a recepção desejada. Desta forma utilizamos um mínimo de componentes, de forma que o receptor fica com apenas um circuito analógico básico e o restante (a maior parte e mias crítica) é substituída pelo compuitador e o software (programa). Estes rádios já estão disponíveis no mercado há algum tempo e são chamados de SDR (Software Definated Rádio) Rádio definido por Software.

Graças ao conceito e a tecnologia SDR, hoje podemos ter a um preço acessíviel um super equipamento de padrão profissional com recursos ilimitados, pois tudo dependerá do programa (sftware) e não mais do hardware (o rádio físico e seus componentes eletrônicos). Assim podemos escolher livrimente a largura do filtro de seletividade, o modo de demodulação (am/fm/usb/lsb/cw/ecss e etc...) aplicar filtros que possibilitam aprimoramento e tratamento do sinal tal como notch filter, NR Noise Redution, NB Noise Blanker, ANL... filtros de áudio, recursos gráficos inclusive um poderoso analisador de espectro.

O SDR-IQ da RF Space é um desses RX black-box (caixa preta) sem botões, sem controles físicos, apenas uma  caixinha preta medindo 9,5 cm  X  3 cm de altura que vai ligada a porta USB do computador por onde tira sua alimentação de 5 VDC, envia o áudio digital e recebe do software os comandos para sintonia e controle da etapa de RF.

Quando queemos um excelente recptor base (para não dizer o melhor) a tecnologia SDR é ideal, mais vale lembrar que para utilizar-mos desta tecnologia se faz necessário o computador por isso quando vamos usar na base não temos problemas, mais quando queremos portabilidade se torna menos prática se comparada aos pequenos rádios recptores portáteis além é claro que o custo de um SDR-IQ mais o de um bom notebook juntos chegam a custar por baixo 3.000,00, valor muito baixo se comparado com um IC-R9500 (+-R$ 36.000,00), mais ainda sim, um valor elevadíssimo para a maioria dos radioescutas brasileiros.

Agora, imagine podermos colocar o SDR dentro de um minúsculo chip e o computador ser substituido por um pequeno microprosessador dedicado já com o software para sintonizar e demodular o sinal digital do chip de SDR tudo isso dentro de um rádio de pilhas a um custo bem acessível. Pois então, isso já existe, são os chamados rádios DSP que no lugar de um circuito heteródino pré calibrado cheio de componentes, possuem apenas um pequeno circuito livre de calibração e descalibração, composto basicamente de apenas:

01 - Chip DSP da Silicon Labs
01 - Microprocessador
01 - Chip amplificador de áudio
01 - Antena de Ferrite
01 - Antena Telescópica

Atualmente os RX DSP em geral são básicos, mesmo assim já oferecem muitas vantagens tais como:

Não necesitam de calibração portanto não descalibram
Excelente sensibilidade e ótima seletividade
Indicador de nível de sinal (S meter) de ótima precisão RSSI e S/N
Alguns possuem várias larguras de filtro de seletividade Wid/Narrow
Baixa relação de ruído
Baixo consumo
Boa relação custo benbefício (valores entre R$ 250,00 a R$ 400,00)
Tamanho super compacto ideal para rádios de bolso ou de viagens


Atualmente outra gigante está produzindo um RX portátil com tecnologia DSP, dessa vez com recursos mais sofisticados como RDS e demodulação em SSB, é a SANGEAN com o seu novo modelo ATS-909X que ao tudo indica( ainda boatos) irá substituir o modelo clássico ATS-909.

Espero que tenham gostado da matéria, em breve estaremos de volta com mais informações.


PU4-TAM
PX4H-2657
Magela


sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

CIENTISTAS CONFIRMAM POSSIBILIDADE DE VIDA EXÓTICA NA TERRA

CARBONO, HIDROGÊNIO, OXIGÊNIO, FÓSFORO E ENXOFRE são os seis blocos básicos de todas as formas de vida conhecida na Terra e todo o conhecimento no campo da biologia está baseado nessa composição. No entanto, uma equipe de cientistas norte-americanos confirmou ontem que uma bactéria bastante exótica trocou o fósforo pelo arsênio em sua cadeia de DNA, abrindo espaço para a possibilidade de outras formas de vida não conhecida.

A descoberta foi divulgada nesta quinta-feira pela NASA, (Agência Espacial Americana), após a conclusão de um estudo custeado com fundos da própria agência a um grupo de pesquisadores ligados à Universidade da Califórnia, USGS, Laboratório Nacional Lawrence Livermore e Universidade de Stanford.

O estudo foi conduzido inicialmente no severo ambiente do LAGO MONO, na Califórnia, onde os cientistas descobriram os primeiros seres vivos capazes de se reproduzir usando o tóxico arsênio no lugar do fósforo, considerado até o momento um elemento essencial de todas as células vivas. O fósforo faz parte da cadeia de DNA e RNA, as estruturas genéticas que carregam todas as informações dos seres vivos.

O LAGO MONO, em pleno deserto californiano, parece retirado de um inóspito mundo extraterrestre, no qual se erguem estranhas estruturas verticais (que podem atingir três metros de altura) resultante de depósito de minerais. É um lago muito estranho com águas super salgadas e quentes.

Continuando a matéria, o arsênio é quimicamente similar ao fósforo, mas ao contrário desse é altamente venenoso para as formas de vida na Terra.

"Sabermos que alguns micróbios podem respirar arsênio, mas o que encontramos é uma bactéria que faz algo supreendentemente, ao cosntruir partes de si mesma com arsênio", disse a astrobióloga Wolf Felisa-Simon, do Instituto Nacional de Pesquisas Geológicas, USGS, ligado à Univewrsidade da Califórnia. "Se alguma coisa aqui na Terra pode fazer algo tão inesperado, o que não podemos esperar em ambientes que ainda nem conhecemos"?, completou a pesquisadora.

Batizado de GFAJ-1, o microorganismo é membro de um grupo comum de bactérias, a Gamaproteobactéria.

Assinado pela pesquisadora Felisa Wolf-Simon e publicado esta semana pela revista científica Science, o estudo permitirá o avanço nas pesquisas em várias áreas, incluindo a evolução da vida na Terra, química orgânica, ciclos bioquimicos e controle de doenças, além de abrir novas perpectivas nas áreas de microbiologia e astrobiologia.

Fonte: apolo11.com

PU4-TAM
PX4H-2657
Magela

OPINIÃO DE PU4-TAM - MAGELA SOBRE A MATÉRIA DA IMPORTÂNCIA DO RADIOAMADORISMO EM VÁRIOS SEGUIMENTOS DA SOCIEDADE

Na minha opinião, o mais importante é que esse serviço é sempre prestado de forma desinteressada. O que move os radioamadores é a solidariedade.

Baseado nas várias experiências como radioamador que sou desde 1994, podemos apresentar, nas várias fórmulas que observamos em torno de nós mesmos, quando se fala que temos que buscar a solidariedade, quando se fala que o Brasil deve ter a esperança de seus filhos, quando se fala que não podemos esperar que a solução venha apenas dos governantes, mas que temos que transformar a sociedade brasileira, parece-me que, olhando para os radioamadores, vemos ali um setor que é um exemplo de trabalho.

Para termos um Brasil que sonhamos, o Brasil onde haja participação, o Brasil onde o cidadão tenha a cidadania; em que tanto o cidadão da favela, o mais humilde como o mais importante tenha orgulho de ser brasileiro e se sinta dono de sua terra e participativo do desenvolvimento do seu país; o Brasil que busca esse trabalho participativo, esse trabalho voluntário e espontâneo, se olharmos alguns exemplos aqui e acolá do que já é feito e do que pode servir de exemplo para alcançarmos o nosso objetivo, devemos ter como exemplo os radioamadores.

O radioamador é um cidadão que encontra alegria e prazer se comunicando, participando e ajudando. Ele está ali, na sua casa com seu equipamento, falando com o Brasil e com o mundo: identificando-se, buscando conversar, analisar, debater, discutir e, basicamente, sempre que possível, ajudar... Se há um acidente no interior, onde muitas vezes não há absolutamente outra forma de comunicação, é o radioamador quem transmite a informação. A pessoa que a recebeu, então, sai de casa à procura daquele a quem a notícia é destinada. A informação, às vezes, é triste, mas necessária e importante; outras vezes, tem-se a oportunidade de salvar uma vida.

Olha, que serviço, que espírito de dedicação profundo é esse que faz pessoas se sentirem felizes executando esse trabalho !!!!
Numa época em que muitas vezes encontramos a felicidade no gasto, no prazer, na concentração de riquezas, quando se sai por aí com mil fórmulas de diversão e de distração que o mundo oferece !!! Essas pessoas encontram prazer exatamente na solidariedade, na dedicação, no afeto, no trabalho participativo...

No dia em que, neste Brasil - assim como os radioamadores têm uma ocupação e exercem uma atividade somando para a ação - cada um de nós fazer a sua parte, no dia em que os milhões de brasileiros - cada um trabalhando para si; é importante que o façam para o sustento da sua familia - encontrarem uma parcela de tempo para trabalharem para a sociedade, o País será bem melhor.

É por isso que, neste momento, fico muito feliz por levar o meu abraço aos Radioamadores de todo o Brasil, pelo belo exemplo que é dado ao nosso Brasil. Encerro essa matéria e minha opinião pessoal com muito orgulho de ser um Radioamador. Que bom que, em meio de tantas noticias ruíns, a tantas quastões lamentáveis, possamos olhar para a sociedade brasileira e ver que há um grupo unido e coeso pelo sentimento, e que a sua alegria consiste em fazer o bem e estender a fraternidade a toda a sociedade.

Que bom será o dia que esse exemplo não for mais algo isolado, até meio esquecido, mas apenas o exemplo de uma facção da sociedade, a exemplo de outras tantas que também podem fazer a sua parte.

Abraços a todos e até breve, com mais matérias legais como esta.


PU4-TAM
PX4H-2657
Magela

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

BRASIL, LUTA PELO RESPEITO E RECONHECIMENTO DO RADIOAMADORISMO

Apesar de muitos avanços, o serviço no Brasil dispõe de amplas frentes de trabalho técnico e social no estabelecimento de uma política setorial considerando os principios do serviço, o fortalecimento, o fortalecimento da RENER, das associações e consolidação de percerias estratégicas.

Por outro lado, o radioamador brasileiro está considerando o seu futuro incerto devido abordagens extremamente cerceadoras e infelizes imputas pelo próprio governo federal.

Precisamos escrever com todas as letras que as frequências destinadas ao Serviço de Radioamadorismo estão sendo invadidas há mais de 14 anos por estações piratas, sem que a ANATEL a única responsável pela fiscalização de fato tenha tomado medidas sistemáticas para rever esse quadro.

Na banda de 2 metros, a mais popular no Brasil, é o áudio de TV Globo que fige das redes de TV por cabo NET, são as comunicações por telefone sem fios fora dos padrões técnicos, são contatos entre pilotos de Asa Delta que usam HTs, entre outras comunicações que nada se relacionam com o radioamadorismo.

Nas ondas curtas a situação é gravíssima, especialmente nas bandas de 10 e 12 metros, pois as interferências provocadas pelos piratas brasileiros ultrapassam fronteiras e atrapalham as comunicações em outros países ou até continentes, colocando os brasileiros em situação vexatória diante dos relatos e manifestações públicas indignadas de colegas no exterior. São muito comprometedoras as transmissões dos operadores da Faixa do Cidadão e caminhoneiros que invadem as bandas de amador e literalmente debocham da autoridade federal brasileira.

Em áreas urbanas, as interferências são ainda provocadas reiteramente pelas redes de energia elétrica, como no caso da Companhia Energética de Minas Gerais (CEMIG)

Diante da fiscalização ineficaz, mesmo os radioamadores apresentam desvios de conduta, tratando de assuntos não condizentes com o hobby, estabelecendo contatos com clandestinos, subtilizando suas estações para familiares, entre muitas outras infrações. Paulatinamente o Serviço está sendo descaracterizado no Brasil.

A LABRE informou o Sistema de Monitoramento da IARU  e denunciou à ANATEL  o quadro caótico do espectro brasileiro. Por outro lado, a Agência promoveu várias lacrações de equipamentos justamente das estações legalizadas, sem considerar o monitoramento dos desvios de conduta e emissões piratas. Num ato grosseiro de generalização normativa, hoje no Brasil cabe ao radioamador, que desenvolve sua atividade sem fins lucratívos, arcar com custos burocráticos na homologação de equipamentos que sequer construiu, e mesmo se assim fosse, não seria para o comércio e sim para uso pessoal experimental, eventualmente numa situação emergencial, servindo o público e não o privado.

Enquanto nos demais países seus governos reconhecem, apóiam e estimulam de maneira firme e responsável o radioamadorismo, no Brasil a impressão neste caso é contrária, sendo que a própria Norma que regula o Serviço apresenta, há mais de 10 anos, graves omissões, erros grotescos e provoca, por parte do governo federal, desqualificadas interpretações que estão desestimulando os experimentadores.

A Constituição Federal no capítulo IV, sobre ciência e tecnologia, no seu terceiro parágrafo considera que o Estado apoiará a formação de recursos humanos nas áreas de ciências, pesquisa e tecnologia e concederá aos que dela se ocupem meios e condições especiais de trabalho.

Se a Constituição indica o desenvolvimento e incentivo à pesquisa, e uma das finalidades inclusive legais do radioamadorismo é pesquisar, como podem normas hierarquicamente inferiores e as ações da ANATEL contrariar a Lei Maior?

Esta matéria aqui colocada no meu blog visa, além de popularizar a nossa atividade entre líderes do nosso país, motivar parcerias e apelar para sensibilidade política daqueles que não desejam ser cúmplices na desorganização do espectro eletromagnético brasileiro e na inviabilidade burocrática de um Serviço de Radioamador tão fundamental para a educação, ciência, defesa civil e segurança nacional.

Para maiores informações sobre radioamadismo e colaboração, procure a LABRE de Minas Gerais na cidade de Belo Horizonte

Espero que tenham gostado da matéria e do assunto aqui abordado. Estou inteiramente QAP e QRV para qualquer esclarecimento.

Até a próxima...

PU4-TAM
PX4H-2657
Magela

RADIOAMADORISMO E ORGANIZAÇÃO SOCIAL

Diante de tantos exemplos é evidente a importância que os grupos e associações de radioamadores desempenham na organização de serviços.

As instituições que representam a classe, nacionalmente pela Liga de Amadores Brasileiros de Rádio Emissão (LABRE) ou internacionalmente pela União Internacional de Telecomunicações (IARU), exercem um papel fundamental na defesa das condições operacionais e porções espectrais conquistadas pelos radioamadores, influênciando decisões em fóruns e conferências da União  Internacional das Telecomunicações (UIT-ITU), orgão das Nações Unidas responsével pelas orientações jurídicas e padrões internacionais em telecomunicações.

Muito do radioamadorismo é viabilizado pelas associações e grupos informais de aficionados, no gerênciamento de repetidoras, na realização de cursos, reuniões, palestras, provas e congressos, como o Encontro de DXismo e contestes, realizados anualmenbte no Paraná pelo Grupo Araucária de DX (GADX), coordenado por Atilano de Oms Sobrinho (PY5-EG, presidente da INEPAR). E por todo país os grupos radioescoteiros também introduzem os jovens em atividades práticas e no campo em eventos como o JOTA - Jambore On The Air.

Alguns grupos e voluntários precisam ainda provocar o surgimento do radioamadorismo em países recém criados ou com regimes fechados, buscando persuadir suas autoridades para os benefícios que uma atividade desta natureza pode proporcionar. Assim foi na Albânia (1.991) e na Coréia do Norte (1.995), um trabalho incessante de verdadeiros embaixadores da causa como Martti Laine (OH2BH).

Uma grande parcela do jornalismo e produção literária especializada surge também nas associações desde os primeiros anos de organização social dos radioamadores. Ela está caracterizada em revista de alta qualidade como QST, CQ Amateur Rádio, QEX, Practcal Wireless em livros de grande sucesso internacional, com renovadas edições anuais como The ARRL Handbook, The Antenna Book, The ARRL Operating Manual, Low Band Dxing, entre outros.

A informação também é veiculada na mídia eletrônica. Redes informativas e boletins técnicos (no Brasil chamados de QTC) são produzidos pelos radioamadores em suas associações e transmitidos em rede pelas suas estações. No caso da Liga de Rádio Sul Africana  (SARL), seu boletim é aproveitado na grade de retransmissão do centro Sentech radiodifusão profissional em ondas curtas. Podemos ainda encontrar radioamadores nas redações e departamento técnicos das grandes emissoras de rádio e TV, alguns como jornalistas produzem programas específicos sobre o mundo das comunicações ou integram sistemas de monitoramento como o BBC Monitring.


No próximo capítulo mostraremos que o Brasil, ainda luta pelo respeito e reconhecimento do radioamadorismo.

Não percam.....

PU4-TAM
PX4H-2657
Magela

RADIOAMADORISMO, GEOGRAFIA E GEOPOLÍTICA

Uma das modalidades mais praticadas de radioamadorismo é o DXismo ou a comunicação com estações distantes. Nesta atividade o radioamador encontra uma forma singular de intercâmbio cultural e, diante das dificuldades técnicas de alguns contatos, uma oportunidade para estudar os processos de propagação das andas de rádio, o desenvolvimento de antenas de alto ganho, prática operacionel aplicada e processos adequados de recepção. Quando o contato é siguinificativo trocam "cartões QSLs", verdadeiros documentos  impressos comprobatórios de tal feito. Isso confere aos radioamadores diplomas de honra ao mérito mediante vários critérios: o número de países trabalhados(diploma DXCC - DX century Club), ilhas contatadas(diloma IOTA - Islands on the Air, DIB - diplomas ilhas Brasileiras), de Estados (Worked All States, TEB - todos os Estados Brasileiros), entre tantos outros. Alguns rankings são divulgados levando em consideração estes resultados e os contatos recordistas em distância abrangida nos diferentes modos de emissão e bandas.

Na busca pela superação dessas marcas ou por simples experimentação, alguns amadores se deslocam de suas residências e buscam operações portáteis em locais mais propícios para os contatos, como na orla marítima ou nas montanhas, especialmente os praticantes de sinais débeis ( weak signals) em VHF, UHF, SHF ou light communication, utilizando feixes LASER de baixa potência. Alguns eventos específicos estimulam a presença do radioamador no campo em dias especialmente dedicados a essa prática, chamados de Field Day.

O radioamador não só trabalha uma rara estação como integra uma quando viaja até a área "visada" pela comunidade em uma expedição, "ativando" um pais ou uma ilha exótica que dificilmente dispõe até de alguma estação de rádio. São lugares tão inóspitos que o radioamador necessita do apoio das Forças Armadas no transporte e instalação de sua radical estação portátil. Por outro lado eles mandam um sinal ao mundo de uma ocupação humana organizada em regiões quase inabitadas, porém de raltiva importância geopolítica. Assim foi no caso das expedições brasileiras pára as Ilhas Trindade e Martins Vaz (ZV0MB, etc) e aos Rochedos de São Pedro a São Paulo (PW0T, PS0S, etc), localizados no Atlântico Norte a meio caminho na África, um importante ponto de extensão do mar territorial brasileiro.

As questões geográficas e políticas atingem seu ponto extremo no caso das Ilhas Spratly, região disputada entre Vietnãm, China, Taiwan, Malásia, Brunei e Filipinas. Radioamadores alemães foram pegos de surpresa na sua expedição ao local em 1.984 e foram atacados pela marinha vietanamita, sendo que um faleceu e os demais resgatados apenas depois de 10 dias.

Em alguns destinos os radioamadores também se deparam com graves questões sociais, com populações extremamentes carentes e afastadas de qualquer forma de comunicação. Qaundo isso ocorre, os expedicionários costumam promover atividades hunanitárias e doações, como ao Temotu Development Fund durante a expedição para as Ilhas Salomão ( H40AA) em 1998.

E assim o radioamador chegou aos extremos do planeta, no Polo Norte com a expedição Skitrek (1.988) e no Polo Sul, com a maioria das bases científicas na Antártica dispondo de uma estação radioamadora, operada por cientistas radioamadores. A base brasileira Comandante Ferraz, diante de limitadas e caras conexões INMARSAT, desenvolveu em 1.995, com o apoio do radioamador Willian Schauff (PY2GN), a estação ZX0ECF para comunicar-se digitalmente com o Brasil através dos satélites de radioamador.

No próximo capítulo falaremos da importância do radioamadorismo na organização social.

Não percam.....

PU4TAM
PX4H-2657
Magela